Maserati Multi 70 e Giovanni Soldini partem às 14h30 (hora local) para a 16ª edição da Cape2Rio O rival direto de Soldini e da sua tripulação é o trimarã LoveWater

Amanhã, 11 de janeiro de 2020, às 14h30 locais (12h30 UTC), em Table Bay – a baía a montante da Cidade do Cabo –, o Maserati Multi 70 e Giovanni Soldini cruzarão a linha de largada da 16ª edição da Cape2Rio. 

 

Depois do recorde estabelecido por Giovanni Soldini em 2014, a bordo do monocasco VOR70 Maserati (10 dias, 11 horas, 29 minutos e 57 segundos), a equipa italiana está de volta para percorrer as 3600 milhas náuticas que ligam a Cidade do Cabo ao Rio de Janeiro, a bordo do trimarã Maserati Multi 70. O seu competidor direto é o trimarã maxi de 80 pés LoveWater, que tem como skipper Craig Sutherland.

 

Existem três diferentes largadas para as 25 embarcações participantes na regata: treze barcos de menor porte largaram a 4 de janeiro, os maiores onocasco largarão amanhã, às 14h00 locais, e os dois mais rápidos multicasco largarão, também amanhã, às 14h30 locais. Os barcos em competição rumarão a Noroeste, rumo à Ilha da Trindade, de onde marcarão rota em direção ao Rio de Janeiro. 

O único outro italiano inscrito é o Southern Wind 102 Almagores II Federico Borromeo’s, que tem Andrea Henriquet como skipper. 

 

Giovanni Soldini explica: «O LoveWater é um super trimarã da classe ULTIM, os gigantes dos mares: é 10 pés mais comprido do que o Maserati Multi 70, pelo que é potencialmente mais rápido. O nosso ponto forte são os fólios, que nos permitem voar sobre a água, assim o permitam as ondas e as condições de vento. Será uma grande batalha, e faremos o nosso melhor!».

A bordo do LoveWater estará uma experiente tripulação, em que se inclui o inglês Brian Thompson, um grande velejador e especialista em multicascos oceânicos. Entre os seus resultados mais significativos, são dignos de menção as vitórias na Volvo Ocean Race de 2006, a bordo do ABN AMRO ONE, de Mike Sanderson, e no Jules Verne Trophy de 2012, a bordo do Banque Populaire V , de Loick Peyron. Brian Thompson foi também skipper do MOD70 Phaedo3, e membro da tripulação do trimarã Argo, ambos bastantas vezes desafiados pelo Maserati Multi 70.

 

Criada em 1971, organizada pelo Royal Cape Yacht Club e levada a cabo cada dois ou três anos, a Cape2Rio é a mais longa regata intercontinental do Hemisfério Sul, e desde sempre tem sido um evento lendário para todos os velejadores experimentados. Historicamente, a prova tem atraído muitos participantes italianos: mas os únicos outros vencedores transalpinos, para além do Maserati, foram o Guia III, de Giorgio Falck, e o Chica Tica, de Carlo di Mottola Balestra, vencedores, respetivamente, do prémio line honours em tempo corrigido, e do Troféu em tempo corrigido, na edição de 1976. Nesse mesmo ano, também o grande velejador Ida Castiglioni participou a bordo do Kiaola II com uma tripulação totalmente feminina.

O percurso original tem início na Cidade do Cabo e termina no Rio de Janeiro, mas, em algumas edições, a linha de chegada foi transferida para outros destinos: nos anos de protesto contra o Apartheid, a regata terminou em Punta del Este, no Uruguai, e, em 2006 e 2009, em Salvador da Baía, no Brasil.

 

A tripulação do Maserati Multi 70’s é composta por 8 velejadores:

  • Giovanni Soldini (IT), skipper – conta com 25 anos de experiência em regatas oceânicas, incluindo duas voltas ao mundo em solitário, seis Québec-Saint Malos, seis Ostars, três Transat Jacques Vabres e mais de 40 travessias oceânicas. A bordo do VOR70 Maserati, alcançou inúmeras vitórias e importantes recordes, incluindo a Cadiz-San Salvador (2012) e a Rota do Ouro Nova Iorque-São Francisco (2016). Em 2016, abraçou um novo desafio ao leme do Maserati Multi 70, a bordo do qual estabeleceu o recorde para a Rota do Chá, de Hong Kong a Londres (2018), para além de ter vencido inúmeras regatas oceânicas. Em 2019, cruzou na primeira posição a linha de chegada da RORC Caribbean 600, estabelecendo um novo recorde da regata.

  • Guido Broggi (IT), trimmer da vela grande – é o comandante do Maserati Multi 70, conta com milhares de milhas de navegação oceânica no seu currículo e há muitos anos que trabalha lado a lado com Giovanni Soldini, desde que foi o líder da equipa na construção e na preparação desportiva do 60’ Fila, em 1998. É um membro permanente da tripulação, e participou em todas as regatas disputadas pelo trimarã, incluindo o recorde da Rota do Chá.

  • John Elkann (IT), leme e trimmer – Chairman da Fiat Chrysler Automobiles. É um entusiasta da vela e tem velejado extensivamente com Giovanni Soldini desde 2009. Participou em inúmeras regatas e tenativas de recorde a bordo do VOR70 Maserati e, a bordo do Maserati Multi 70, participou na Transpac em 2017.

  • Carlos Hernandez Robayna (ESP), trimmer – conta com muitos anos de experiência de vela, competiu em diferentes classes e velejou juntamente com Giovanni Soldini em inúmeras regatas e travessias oceânicas, incluindo a Cape2Rio 2014, estabelecendo o recorde a bordo do VOR70 Maserati. Em 2019, a bordo do Maserati Multi 70, participou na RORC Caribbean 600 e na Transpac.

  • Oliver Herrera Perez (ESP), proa – ao longo da sua carreira, velejou a bordo de Ims 500, Swan 45 e RC44. Fez parte da tripulação de Giovanni Soldini em todas as expedições e regatas dos últimos anos, incluindo o recorde da Rota do Chá.

  • Nico Malingri (IT), grinder e trimmer – conquistou dois recordes de duplas com o seu pai, Vittorio Malingri, a bordo de um catamarã de 20 pés: na Marselha-Cartago, em 2016, e na Dakar-Guadalupe, em 2017. Fez a sua primeira regata a bordo do Maserati Multi 70 em 2018, na Rolex Middle Sea Race.

  • Matteo Soldini (IT), grinder e trimmer – sobrinho de Giovanni Soldini, conta com muitas travessias oceânicas no seu currículo, e participou em inúmeras regatas, incluindo a Maxi Yacht Rolex Cup, a Swan Cup e a Mini Fastnet. Tem feito parte da equipa do Maserati Multi 70 em todas as expedições e nos estaleiros, e, desde 2018, é membro permanente da tripulação para as regatas efetuadas pelo trimarã.

  • Pierre-Laurent Boullais (FRA) – é um entusiasta da vela. Já participou em regatas oceânicas com a equipa italiana, entre as quais a Transpac de 2013 a bordo do VOR70 Maserati.

 

A tripulação do Maserati Multi 70’s chegou à Cidade do cabo em meados de novembro, após uma rápida ligação a partir de Singapura, e começou de imediato a trabalhar no estaleiro. Giovanni Soldini explica: «Depois de muitas milhas a velejar, tivemos que efetuar trabalho da manutenção regular a bordo, mas, mais importante do que tudo, estamos muito felizes por termos sido capazes de implementar algumas melhorias em termos aerodinâmicos, estudadas com os engenheiros do Maserati Innovation Lab. É um longo processo, que vai durar algum tempo, e mal podemos esperar por testar os mais recentes desenvolvimentos numa regata!».


A Cape2Rio é a primeira regata da temporada desportiva de Giovanni Soldini e do Maserati Multi 70 na época de 2020. Após chegar ao Rio de Janeiro, a equipa italiana rumará, primeiro, a St. Maarten, para o Caribbean Multihull Challenge (14-16 de fevereiro), e, depois, a Antígua, para a RORC Caribbean 600 (24 de fevereiro). Seguidamente, Giovanni Soldini e a sua tripulação tentarão bater dois importantes recordes: o Recorde Atlântico, da Bermuda a Plymouth, e o Recorde da Mancha, de Cowes a Dinard. Por fim, o Maserati Multi 70 participará na primeira edição da Super 8 Race, que tem início e chegada em Genova, e na Rolex Middle Sea Race, em outubro de 2020.