Os cookies são utilizados para poder oferecer-lhe a melhor experiência ao visitar o nosso site. O nosso site utiliza cookies que podem incluir cookies terceiros para enviar-lhe publicidade interessante para si. O nosso site pode incluir também cookies de terceiros. Para mais informações: .                     
                     Al continuar su visita en el sitio web, usted autoriza el uso de las cookies.

Maserati Multi70 conquista o segundo lugar na nona edição da RORC Caribbean 600

Modena, quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017 – O Maserati Multi70, o trimarã de competição de última geração, capitaneado por Giovanni Soldini, terminou no segundo lugar a RORC Caribbean 600 Race, depois de uma batalha a alta velocidade com o trimarã americano Phaedo3, que durou toda a regata.

Soldini e a sua tripulação internacional de sete velejadores levaram o Maserati Multi70 até à linha de chegada em Charlotte Point, Antigua, às 21h33m55 locais da passada terça-feira, 21 de Fevereiro (02h33m55 de quarta-feira, 22 de Fevereiro, em Itália), 13 minutos depois do Phaedo3.

O multicasco italiano completou o percurso em 1 dia, 9 horas, 53 minutos e 55 segundos, terminando 13 minutos atrás do Phaedo3.

Ventos mais fracos e menos consistentes são caraterísticos das Caraíbas nesta época do ano, o que significa que nenhuma das equipas foi capaz de melhorar o recorde da prova de 31 horas, 59 minutos e 4 segundos, estabelecido pelo Phaedo3 em 2016.

O Maserati Multi70 e o Phaedo3 alinharam na classe MOCRA para embarcações multicasco, e terminaram bem à frente do resto da frota recorde de 80 barcos, na sua maioria monocascos.

As duas tripulações engajaram-se numa batalha sem tréguas que durou, virtualmente, toda a regata, marcando-se mútua e permanentemente.

Quando o Maserati Multi70 foi obrigado a abrandar devido uma calmaria de vento na aproximação a Guadalupe, o Phaedo3 ganhou uma vantagem de 13 milhas – a maior distância que os dois barcos tiveram a separá-los desde a largada.

O trimarã italiano respondeu de imediato, e no ponto de viragem seguinte – Iles des Saintes, no extremo sul do percurso da regata – a tripulação de Soldini estava de novo na luta pela liderança.

Uma brisa fresca para as 100 milhas finais de um percurso com 600 milhas permitiu ao Maserati Multi700 navegar nas duas últimas secções do percurso a mais de 30 nós, à medida que a tripulação de Soldini fazia tudo o que estava ao seu alcance para ultrapassar os seus rivais antes da linha de chegada.

Mas tal não viria a acontecer. Quando o Phaedo3 acabou por ser o primeiro a efetuar o derradeiro ponto de viragem na minúscula ilha de Redonda, e apontou a sua proa à linha de chegada, não restavam mais opções táticas para a tripulação do Maserati Multi70 poder explorar.

Após o final, Soldini cumprimentou de imediato a tripulação vencedora do Phaedo3, a qual, nas suas palavras, não cometeu qualquer erro durante a prova. Exausto, mas feliz, o skipper italiano também prestou tributo à sua própria tripulação, que sublinhou ter realizado uma grande regata.

«Estamos muito contentes e penso que efetuámos uma grande prova», afirmou Soldini já no cais em Antigua. «Não tivemos muito tempo quando as condições nos foram favoráveis. Na maior parte do tempo, o vento foi de 10 nós, pelo que os nossos foils, que se encontram na água, acabaram por atrasar-nos ».

 

Soldini referiu que o Maserati Multi70 – que consiste num MOD 70 com um foil de estibordo de série, e um foil de bombordo em “L” personalizado – só conseguiu voar em duas ocasiões durante a regata. O voo mais memorável, salientou, foi pouco depois da largada, quando ultrapassaram o Phaedo3 em aceleração.

 

«Esta foi uma regata importante para nós», afirmou Soldini. «Navegar tão perto do Phaedo3 permitiu-nos experimentar várias coisas, e penso que aprendemos acerca de como tirar o melhor partido do nosso barco».

A bordo do Maserati Multi70, com o skipper Giovanni Soldini, para a regata da RORC Caribbean 600, estiveram: Guido Broggi, Vittorio Bissaro, François Robert, Oliver Herrera, Carlos Hernandez, Francesco Malingri e Matteo Soldini.

A próxima saída do Maserati Multi70 será a Transpacific Race, que ligará Los Angeles ao Havai, em julho, altura em que Soldini espera ter o barco configurado para voar de ambos os lados. Antes disso, a embarcação fará a longa travessia entre as Caraíbas e a Costa Oeste dos EUA, através do Canal do Panamá.

O desafio conta com o apoio da Maserati, que, enquanto patrocinador principal, dá o seu nome ao barco, enquanto que a UnipolSai Assicurazioni é patrocinadora.

Os fornecedores oficiais do desafio são a Ermenegildo Zegna, para o vestuário, e a Boero Bartolomeo S.p.A., para esmaltes e tintas do casco.

 

Encontre o seu site local