Os cookies são utilizados para poder oferecer-lhe a melhor experiência ao visitar o nosso site. O nosso site utiliza cookies que podem incluir cookies terceiros para enviar-lhe publicidade interessante para si. O nosso site pode incluir também cookies de terceiros. Para mais informações: .                     
                     Al continuar su visita en el sitio web, usted autoriza el uso de las cookies.

Maserati Multi70: já na água, pronto para voar

Giovanni Soldini prepara a nova época desportiva enquanto o Maserati Multi70 está já na água em Lorient com a sua nova decoração. Os testes no Atlântico terão início nos próximos dias.

Modena, 30 de maio de 2016 – O Maserati Multi70 está de novo na água, na base da equipa em Lorient, na Bretanha. Totalmente renovado, o futurista trimarã, com 21,2 m de comprimento e uma boca de 16,8 m, está pronto para enfrentar os novos desafios oceânicos que Giovanni Soldini planeou para a embarcação e para a sua equipa.

Desenhado pelo estúdio VPLP (Van Peteghem Lauriot-Prévost), e otimizado pelo Team Gitana, em colaboração com Guillaume Verdier, o Maserati Multi70 é um engenho genuinamente inovador e experimental, que representa uma nova fronteira da vela. A sua caraterística mais impressionante é a sua capacidade para ascender da água apoiado apenas nos foils e nos lemes, o que reduz drasticamente a sua superfície de contacto com a água, permitindo, assim, aumentar a sua performance. 
As principais modificações que visaram a sua otimização incidiram sobre os lemes, agora a cargo de foils em forma de T com aletas ajustáveis, e, principalmente, sobre os foils de terceira geração, os quais foram totalmente redesenhados por Verdier e prometem oferecer um enorme potencial ainda por explorar.

“Finalmente, o Maserati Multi70 está de novo na água”, refere-nos Giovanni Soldini a partir de Lorient. “É um barco com uma aparência impressionante, depois de ter recebido a sua nova decoração durante o último mês. Antes de ter dado entrada no estaleiro, tivemos oportunidade de, durante alguns dias de Abril, nele navegar em águas calmas com o Team Gitana – revelou-se absolutamente fantástico e alcançou, então, velocidades supersónicas. É chegado, agora, o tempo de navegar em mar aberto, com ondas oceânicas. É uma fase muito delicada, que nos ajudará a perceber as dificuldades que envolve voar em mar moderado apoiado nos foils, algo que constituirá um desafio muito interessante para nós. Mas posso esperar pela oportunidade de ter que lidar com ele!”.

Encontre o seu site local